sexta-feira, 27 de junho de 2014

Tinha de fazer isto.

Esta coisa de ir de férias para os Estados Unidos e depois Brasil é uma ideia altamente, não fosse eu não ter participado nela. Não foi por falta de convite, porque recebi um convite que mudou a minha vida (espero que deixem likes e views e comentários depois de vos contar isto), mas porque não era compatível com a minha saúde. Afinal de contas, eu não estava lesionado ou aleijado ou coisas parecida, logo, não podia ir.

Estava eu descansado a pensar o que fazer da minha vidinha visto que agora não tenho mais nada para fazer nem ninguém com que me preocupar (mandei os meus amigos à la mierda só porque sim...e eles vão ler isto e pensar que é verdade e não sei se o pior é lerem e acreditarem ou se o facto de ainda não terem percebido que eu aqui só escrevo umas merdas sem jeito nenhum) e decidi "olha, vou ver a selecção". Sim, com s pequeno, do tamanho da representação e da vontade que eles tinham de lá andar. Até eu tenho mais vontade de me levantar da cama e acreditem, é difícil.

Agora que penso bem no assunto, não tenho muito para dizer. Foram lá, estiveram mal, vieram para casa. No entanto, continuarão a ter o meu apoio, porque apoiar não é rejubilar com as vitórias e apontar o dedo aos críticos nas derrotas. Apoiar também é criticar, quando corre bem e mal, mas isso a malta não vê. É um tipo de gostar muito estranho esse onde só apontamos as virtudes, fazemos vista grossa aos defeitos e "vai ficar tudo bem". Nas internets até é um padrão normal; #somostodosperfeitos. Já na vida real é muito estranho e deveriam rever os vossos conceitos de apoio. Ou então sou só eu a ser picuinhas.

Estão a ver aquelas páginas todas elas iguais que partilham vídeos e ainda te dizem algo irritante como "para visualizar este vídeo dá like na nossa página e partilha no facebook" e depois ou nada vêem ou é algo sem interesse? Pronto...se algum administrador de uma página dessas ler isto, digam-me...qual a necessidade de dizer que tudo o que o Cristiano Ronaldo faz mudou a vida de alguém? Vocês são assim tão idiotas ou só vocês é que se acham donos de vontade própria? Eu também recebi uma carta do Ronaldo a perguntar se eu queria ir com eles de férias para os Estados Unidos e para o Brasil e isso mudou a minha vida...olhai para a prova:

A carta é verídica; não domino o paint assim tão bem.

Pronto, era só isto que tinha para dizer hoje. Em breve, mais breves. Até porque há aí umas mariquices quaisquer dignas de registo que me fazem ter vontade de ser congelado e só voltar a ser descongelado quando esta coisa da sociedade voltar a valer a pena ou, no mínimo, ter um bocadinho de pensamento crítico e um bocadão de auto-crítica.

Uma descrição que descreve o que descrevi acima de forma descritiva conforme descrito nesta legenda

Sem comentários:

Enviar um comentário