segunda-feira, 30 de março de 2015

Coisas rídiculas ou pessoas rídiculas?

Pois bem pessoas, parece que chegámos a um ponto onde os recordes do rídiculo são batidos como um batedor bate bolas agarrado a um pau (nada contra a malta do beisebol). É que, e repare o caro leitor (ou o barato), que já não bastavam os "1 like = 1€" agora também há as hashtags. Basicamente, querem tornar um local agradável como o twitter, num local desinteressante como o facebook (sigam-me no twitter e metam gosto no facebook. Se o fizerem considero a hipótese de fazer dos vídeos uma coisa regular).

Numa nota aparte, já começam a pipocar ideias para o vídeo e, por isso, é uma questão de ideias. Não têm de quê, mas podiam esperar mais um bocadinho.

Ora bem, voltando ao assunto do momento. Em primeiro lugar quero mandar um grande abraço ao dono do twitter que fez o hashtag #SeSaisANoite porque foi uma ideia que começou na brincadeira e que acabou por me proporcionar uma boa troca de tweets (não, não foi no twitter do tasco, esse só apareceu hoje à tarde).

No entanto, porque raio, com tantas boas trends (nome que se dá aos assuntos do momento no twitter para quem não sabe), são hashtags de merda que vingam? Ora vejam:

#TurnoDaNoite - espero que recebam subsídio nocturno e que saibam que o turno é da meia-noite às 8h.

#SeSaisANoite - a maioria da malta que responde ainda nem acabou o 9º ano, mas já conta piadolas e bebedeiras. Digam aos vossos pais que há algo na vossa educação que está a falhar. Os restantes, com mais de 17 (vá, para ser simpático), podiam escolher coisas mais interessantes para falar ou mandar uma bojarda ou duas. Só por mera diversão.

#CutForZayn - é mesmo preciso falar sobre o quão estúpido isto é? Garotas, deixem os pintelhos crescer até uma medida aceitável pra os começarem a aparar e deixem-se de coisas.

#MoneyDrop - ok, já sabemos que a TVI gosta de apostar em conteúdos para gente com um q.i. abaixo do aceitável, mas tornar isto um trend e andar tudo com o pito aos saltos porque as perguntas são fáceis? Tentem a universidade...com escolha múltipla...e as 3 respostas erradas terem lógica o suficiente para poderem ser consideras certas...

#FreeTheNipple - por muito que me agrade a ideia de ver gajas com as mamas à mostra, por muito que concorde com a ideia de acabar com a ideia sexual associada aos peitos da mulher, mas a sério? Além do trend ter começado por uma rapariga de 17 anos (nem é tanto escandaloso, pese ainda não ser considerada adulta), a maior parte das mulheres andava a meter fotos dos mamilos enquanto alguns engraçadinhos metiam "obrigado pelo tweetfap". O estúpido disto tudo é que a linha que separou uma boa iniciativa de algo idiota foi ultrapassada. Neste momento vive uma crise de identidade.

Percebem? Percebem bem o ridiculo desta gente? Enfim, quando eu tiver mais hashtags para dissecar, eu faço um novo post. Até lá vou meter-vos aqui hashtags úteis:

#UmParvoQualquer
#DesinteresseSocial
#OndeEstãoOsSubmarinosPortas
#PassosPagaOQueDeves
#CostaFazOMesmoQueOPassos
#OndeEstáOWally
#TeresaGuilhermeReformate
#LevaAManuelaMouraGuedesContigo
#ParemLáComIsso
#AmanhãÀMesmaHora
#GostamDoLayoutNovoDoBlog
#LikeNoFacebookDoBlog
#FollowNoTwitterDoBlog

Com o maior desinteresse que vos posso dar:

Sem comentários:

Enviar um comentário